Maguari

You are currently browsing the archive for the Maguari category.

Juventude de Maguari na Samaúma


Foi realizada no dia 1º de outubro do corrente ano, uma caminhada ecológica na trilha de Maguari, denominada “trilha da Samaúma”.  Participaram os Professores e alunos da Escola Munincipal de Ensino Fundamental Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. A caminhada contou com ajuda de dois condutores da própria comunidade e teve por interesse  conhecer uma das maiores árvores da Floresta Amazônica e também o aluno, consegue ótimos resultados, melhorando seu desempenho físico e mental, ganhando um novo ânimo para vida.
Com um percurso de 1 hora e 45 minutos até a mesma, enfrentando subidas e descidas na mata; mas valeu a pena, só em vê-la o cansaço desapareceu, onde a beleza e o trabalho da natureza é belíssimo.Foi feita uma corrente de mãos dadas para abraçar a mesma,que por sua vez existe há mais de 700 anos, relatou um dos condutores. Logo em seguida teve um piquenique, e depois retornaram à escola, na chegada foi oferecido uma feijoada para repor as energias!!!

Telecentro de Maguari, município de Belterra

O Telecentro Cultural de Maguari recebeu um importante apoio para melhorar e aprimorar as suas atividades.  São três novos computadores que já estão ligados à rede mundial de computadores.  O Telecentro de Maguari funcionava até pouco tempo com energia fotovoltaica, do sol e, com isso não podia ter muitos computadores ligados simultaneamente.  Com a chegada do Programa Luz para Todos e a ligação do Telecentro à essa fonte de energia, foi possível a ampliação do números de computadores.

Os computadores funcionam com software livre e estão conectados à Internet através do Programa Gesac – Governo Eletrônico, Serviço de Atendimento ao Cidadão, do Ministério das Comunicações.  A próxima meta do Telecentro é disponibilizar para a comunidade de Maguari o uso do serviço de Telefonia através da Internet, oferecido também pelo Gesac.  Hoje o Telecentro conta com dois monitores, Carpeggeane Pantoja, da comunidade de Jamaraquá e o Prof. Paulo, com a parceria com a Escola da comunidade de Maguari.

Acompanhe por aqui as novidades de Maguari.

Vídeo produzido pela jornalista Juliana Radler diretora e editora da produtora de vídeo Sumaúma, no Rio de Janeiro sobre a Samaúma de Maguari, Floresta Nacional do Tapajós, Belterra, Pará. Amazônia brasileira.

A palavra do bloqueio!

Olá leitores! Voltei com a “luta” para preservar o Telecentro do Maguari!

Execução dos feitos no período de experiência como voluntariado no Telecentro do Maguari.

- Deixando Em funcionamento e atualizadas máquinas (pc/notebook) e várias novidades.

Read the rest of this entry »

Nesta semana acontece de 19 de abril, segunda-feira até 24, sábado o encontro e cursos para as comunidades e catequeses de cada paróquia no Tapajós.

Objetivo do grupo consiste em compreender a realidade das pessoas da comunidade e através dos multiplicadores (catequistas) que passam uma palavra de de vida para população.

Sobre a paroquia a Matriz de Santo Antonio de Belterra com administração do

Padre Auricélio Paulino. funciona a seguinte maneira.

A Paróquia de Belterra é contida de 2 realidades.

1-Urbana com 4 comunidades em Belterra na estrada 1,8,129,10.

2-Rural.

a-Tapajós com 13 comunidade

b-na estrada da BR163 com 36 comunidades.

Resumindo são 51 comunidades todo.

Mais informações no blog ceu de ouro :http://ceudeouro.wordpress.com

Padre Auricélio Paulino e seu Multiplicadores.

No dia 24 nesta quarta-feira,tivermos como de sempre a visita do O núcleo de saúde do Projeto Saúde alegria. o barco motor Abare. Trazendo sua equipe de profissionais para atende a população do Maguari.

A equipe do Abare e composta por médicos,dentistas e enfermeiras do Projeto Saúde e Alegria, a da Secretaria Municipal de Saúde de Santarém, Belterra e Aveiro e a equipe médica voluntária.

A sala de espera e confortável e com tv abordo.

Todos se senti felizes aqui!

A equipe de boas vidas aos pacientes.

Sobre o Abaré, financiado por Terre des Hommes Holanda, foi construído para pode enfrentar as condições amazônicas de secas e enchentes dos rios. Está equipado com salas e um grande centro cirúrgico para atendimento médico e odontológico.e como uma cozinha de boa qualidade e também funcionário competentes.

Equipe de espírito!

Consulta com acompanhamento do médico.

Dentistas

Orientação medicas

O Abaré conta ainda com equipamentos para exames clínicos e o suporte de um barco motor funcionando como ambulância, mais conhecido como “Ambulancha”, para o resgate de pacientes em emergências.

A equipe de enfermeiros e pastante motivados que ate deixaram os nomes na legenda:enf.Aziel,AlBenice,tec.Joao.

O abare esta equipado com um laboratório.Tec em patologia clinica:Xaudy

As senhoras da cozinha.

E os comandardes do barco.que responsabilidade!

João,Marida(tec.radiologia),Albenice.

Enfermeiros:Aziel,Natalia,Rosane,Albenice,Juliana

Essa e primeira turminha que teve acompanhamento odontológico do Maguari.

Com o objetivo de montar estratégia de geração de renda para as comunidades tradicionais da Floresta Nacional do Tapajós, algumas famílias da comunidade de Maguari, vem desenvolvendo desde 1999 ,uma atividade de produção de couro ecológico , trata-se do grupo de produção de couro ecológico da comunidade de Maguari , que usando a matéria prima látex vem desenvolvendo produtos e gerando renda familiar para algumas famílias da comunidade , na fabricação de produtos , derivado do látex da Seringueira (HÉVEA BRASILIENSIS ).

ESTABILIZAÇÃO E PRÉ VULCANIZAÇÃO DO LATÉX.

O couro ecológico é um produto recentemente desenvolvido do látex da seringueira (Havea brasiliensis). Tradicionalmente as populações estabelecidas na floresta amazônica produziam bolsas encauchadas (feitas com pano de algodão coberta com o látex não vulcanizado) para o seu próprio uso. Inspirados nesses produtos varias omunidades e até empresas como: A (CVA couro vegetal da Amazônia Ltda.) desenvolve produtos derivados do látex como . (couro vegetal e o couro ecológico).

CONFECÇÃO DE BOLSAS DE COURO ECOLÓGICO

FABRIÇÃO DO TECIDO

MAQUINAS INDUSTRIAS

PRODUTOS EM COUROS ECOLOGICO

No mercado nacional os produtos estão sendo comercializado em uma pequena quantidade.somente para manaus, belem, rio de janeiro, são paulo e curitiba.

no mercado esxterio belgica, frança, inglaterra, italia e usa.

Existe também uma parceria de comercialização junto a COOMFLONA ( Cooperativa mista da flona do tapajós ). Que até o momento algumas comercialização já foram feita como para : Bélgica, Holanda e USA.

OFICINAS

Hoje o projeto couro ecológico está como uma das melhores iniciativa dentro da flona, é que no ponto de vista está dando certo, e com as parcerias firmadas com algumas entidades, os produtos estão sendo divulgados: a nível local em uma loja comunitária em Maguari, onde juntamente com o grupo de artesãos montaram está loja e estão comercializando o produto na própria comunidade.

A PRODUÇAO DE MEL E ANDIROBA.

ATER ESPELHOS E FEITOS COM MATERIAS DE LATEX.

Na própria fabrica em Maguary existe também uma lojinha , Em parceria com o Projeto Saúde e Alegria existe também uma loja para Venda em Santarém, na própria sede do PSA, estão expostos nessa loja produtos de fibras , cuias , moveis das oficinas caboclas e o couro.


PROJETOS DE BIOJOIAS

No ano de 2005 o projeto couro ecológico foi premiado com o troféu do prêmio ODM Brasil, por ter sido escrito a concorrer como os melhores projetos brasileiros que podaram alcançar o desenvolvimento do milênio. o prêmio ocorreu em Brasília em cerimônia no Palácio do Planalto entregue pelo presidente Lula.

Ajuda na Fonte de pesquisa; Arimar Feitosa Rodrigues

O presidente do Greenpeace,virá ao Maguari agora dia 3 de março, para visitar e discutir maneiras de preservar a Floresta Amazônica.De acordo com informações,ele passara no couro vegetal e no telecentro.

O Greenpeace é uma organização global e independente que atua para defender o meio ambiente e promover a paz, inspirando as pessoas a mudarem atitudes e comportamentos.

Investigando, expondo e confrontando crimes ambientais, desafiamos os tomadores de decisão a reverem suas posições e mudarem seus conceitos. Também defendemos soluções economicamente viáveis e socialmente justas, que ofereçam esperança para esta e para as futuras gerações.

A Historia?

Em 15 de setembro de 1971, um pequeno grupo de ecologistas e jornalistas levantou âncora no porto da cidade de Vancouver, no Canadá. A Guerra do Vietnã ocupava as manchetes de todos os veículos de comunicação, jovens pacifistas atravessavam todos os dias a fronteira dos Estados Unidos para engrossar a legião de desertores no Canadá, o rock invadia as rádios, o hippismo ditava a moda.
Tudo isso era visível nos tripulantes do “Phyllis Cormack”, o pequeno barco de pesca (24 metros) alugado que rumava para Amchitka, nas Ilhas Aleutas, no Pacífico Norte, local de mais um teste nuclear dos Estados Unidos. No mastro da embarcação tremulavam duas bandeiras: a da ONU – para marcar o internacionalismo da tripulação – e outra que unia as palavras “green” e “peace” numa única idéia: a da defesa do meio ambiente e da paz a qualquer preço. O que os movia, mais do que a coragem, era uma convicção: a destruição do planeta pelo ser humano havia chegado ao ponto de ameaçar o presente e o futuro de todos os seres vivos. Era preciso fazer algo para impedir o teste nuclear – porque as ações falam mais alto do que as palavras.

Por não aceitar doações de governos, empresas ou partidos políticos, o Greenpeace Ainda existe graças à contribuição de milhões de colaboradores em todo o mundo!

A origem de seu nome, deu-se pela existência de muitos pássaros chamado maguari, em frente ao povoado, nome dados pelos primeiros moradores de família dias,gau-deses e outras . Nessa época cada qual trabalhava para si, não tinha nenhum envolvimento coletivo.Em 1949 surgiram outros moradores, às famílias Feitosa,Pedroso. que se preocuparam em criar a comunidade.Em 1950 o Sr. Waldemar Dias Feitosa, que teve à idéia de formar lideranças para trabalhos em comum, assim formando a comunidade de Maguari, que trabalhavam em parceria com às comunidades vizinhas Santa Cruz, São Domingos e Jamaraquá ( que na época chamava-se São Benedito), na conservação dos ramais para escoamento da produção da lavoura e outros trabalhos.

Foto mostrando como era as primeira casas de farinhas.

Neste mesmo ano foi fundado o 1º time de futebol, que se chamava Cajual Esporte Clube, nome dado por haver um grande cajual na comunidade, seus sócios trabalhavam e construíram um campo de futebol.

Extração do látex da seringueira outro meio de renda da comunidade.

Em 1960 foi fundada a 1ª Escola, implantada pelo empresário Carlos Freitas Braga, funcionário do ABC até a 2ª série, a 1ª professora foi a Srª. Raimunda Feitosa Amaral.

Em 1962 a comunidade construiu um barracão, onde começou a funcionar a 1ª Escola Municipal, pelo Município de Santarém, que se chamava Escola Isolada Municipal Mista, a 1ª professora pelo município foi a Srª Irene Pereira Feitosa, funcionava do ABC até a 3ª série.
A comunidade de maguari atendia as outras comunidades vizinhas, tanto na área da Educação como Religiosa.

Em 1965 iniciou a Aula radiofônica, por intermédio de MEB- Movimento de Educação de Base.

Roda antiga na produção da farinha.

Em 1969 foi construída a 1ª Escola, pela Prefeitura de Santarém, de madeira, coberta com telha brasilite, que passou a se chamar Escola municipal Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em homenagem a padroeira da comunidade.

Em 1977 foi construída a 1ª Igreja, de madeira, coberta com telha de alumínio.

Em 1980 foi aberto uma área para o cemitério, nesse mesmo ano o Sr. Waldemar Dias Feitosa passou a liderança da comunidade para o Sr. Raimundo Costa Pedroso.

Já em 1989 foi fundada outro time de de Futebol, Santos Futebol Clube. Anos depois, surgiram Tapajós Futebol Clube e os times femininos: Acadêmicos F. Clube e Alto Nível F. Clube.

1997 a comunidade passou a pertencer para o Município de Belterra.

Em 06 de Maio de 1999 foi criada a Associação Comunitária dos moradores, trabalhadores Rurais e Extrativistas de Maguari – ASCOMART, o 1º Coordenador foi Raimundo Costa Pedroso.

Em 2003 foi concluída com ajuda do saúde alegria e comunidade a construção do Telecentro Cultural e depois construído o Micro Sistema de Água, sendo inaugurados no dia 26 de Junho de 2004.

Telecentro Cultural

O turismo surgiu na década de 60, a comunidade tem vários pontos turísticos, como: O Bosque do Jutaí, Bosque do Piquiá, terra preta do índio e três samaumeiras onde uma é muito velha chamada de vovó, porque é gigante, temos também grupos de Couro Ecológico, Biojóias e outros.

Em 2007 foram construídas as casas populares pelo projeto INCRA/ Caixa Econômica Federal e entregue aos contemplados em 2008.

Casas populares pelo projeto INCRA e Caixa.

Deste 2008 foi instalado sistema de Energia Elétrica Luz para todos. E No dia 14 de Março de 2009 a comunidade recebeu a visita da comitiva Britânica com a presença do Príncipe Charles.

A Escola Municipal Ensino Fundamental Nossa Senhora do Perpétuo Socorro que fica situada na comunidade de Maguari – Flona Tapajós tem a honra de agradecer os comunitários por estarem apoiando uma grande festa que acontecerá no dia 19 de dezembro de 2009. Esta festa é em homenagem aos alunos que estarão colando grau, onde irão participar 36 colandos. Veja alguns alunos que posaram para foto.

« Older entries § Newer entries »