Articles by Carpeggeane Pantoja

You are currently browsing Carpeggeane Pantoja’s articles.


No dia 21 de setembro de 2011, ocorreu nas dependencias da  escola Nossa Senhora do Perpétuo Socorro a avaliação do Projeto Politico Pedagogico (PPP).  Juntos, professores, presidentes de comunidades,  presidente de turmas e Coordenadora Pedagógica deram os últimos acabamentos no PPP. O encontro iniciou as 8h e terminou ás 15h30 com a
participação de todos.

Enfim, esse projeto só vem somar para melhoria da educação do Municipio e da Escola pólo e anexas.


A Associação de Moradores e Produtores Rurais e Extrativistas de Jamaraquá “ASMORJA”, teve nessa manhã de sexta-feira 16 de Setembro a troca de diretoria. Após 4 anos de mandato, D. Conceição Pantoja sendo a primeira mulher Presidente da Associação, repassou seu cargo para a Senhora Iranice Fonseca e sua diretoria.

Em 1999 a comunidade de Jamaraquá com um número maior de moradores decidiu fundar a associação, que inicialmente teve 37 sócios.  A partir  da da legalização Jurídica da ASMORJA, a diretoria passou a buscar novas ideias de trabalho para melhorar a qualidade de vida dos comunitários. Após 12 anos, a associação tem patrimônios e mantêm projetos, que beneficiam os moradores.


Jovens Universitários da USP, visitaram na ultima sexta-feira, as comunidades de Maguari e Jamaraquá. A USP tem um projeto de extensão chamada Bandeira Cientifica, e que visa promover saúde básica e sustentabilidade em municípios
carentes brasileiros. O projeto atualmente compreende as seguintes áreas; Medicina, Nutrição, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Psicologia, Odontologia, Jornalismo e Audiovisual, Engenharias Civil e Ambiental e Engenharia Agronômica.

A Bandeira Científica realiza uma expedição à cidade atendida, sendo que a cada ano uma cidade diferente é escolhida. A expedição ocorre no mês de dezembro, a mesma é organizada por alunos e envolve a realização de atividades como atendimentos  médicos, palestras, oficinas, análises técnicas. O projeto estabelece parcerias com instituição.

O principal objetivo do projeto é atuar diretamente  em municípios carentes do País, promovendo melhoria das condições de vida por meio de atendimentos, atividades educativas, distribuição de medicamentos e trabalhos conjuntos com a Prefeitura.

A Direção, Professores e  Funcionários da Escola Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, realizaram neste dia 05 de Setembro mais uma atividade na comunidade de Maguari.

Como já se sabe que nesse período do mês sempre ocorre os desfiles em todas as escolas do País. Em Maguari não poderia ser diferente.

O mesmo teve como tema: Responsabilidade Social e a Vida no Planeta!  Fizeram-se presente no desfile as escolas de Revolta, Santa Cruz, São Domingos, Jamaraquá, Acaratinga, e a escola de Maguari à qual é a polo e comunitários. As autoridades do Município também estiveram presente no evento.

Essa data é cheia de simbolismo, que serve para resgatar e defender nossas ideias.

A extração do latex em Maguari

O látex da seringueira é um dos meios de sobrevivência do povo da Amazônia. Porém a seringueira também produz seu fruto onde encontra-se uma grande cápsula com sementes ricas em óleos, que pode servir de matéria-prima para resinas, vernizes  e tintas.

Com o látex têm muitas maneiras de se trabalhar, na comunidade por exemplo, existe uma pequena fábrica chamada de COURO ECOLÓGICO onde há fabricação de artesanatos, bolsas, sandálias, bolas, portas-celulares entre outras coisas.

Também o produtor, fabrica a borracha sólida, que é vendida à um comprador de Santarém. O mesmo vem na própria comunidade, para que o produtor não tenha muitas despesas.  O látex da seringueira é somente retirado nos meses mais chuvosos do ano. Em outro período a mesma fica recuperando-se.  Pode-se dizer que um grande avanço econômico-social e ambiental, para os produtores das comunidades.

Bolsa produzida pelo Projeto Couro Ecológico de Maguari, Belterra, Pará

 

Baseado no Tema da Campanha da Fraternidade, o Polo Maguari realizou a XI GINCANA CULTURAL. A mesma está sendo realizada à 11 anos, portanto  desde o ano 2000. A cada ano ela traz um tema diferente. E teve como tema: Responsabilidade Social e a Vida no Planeta.Faça sua Parte!

A disputa fica entre duas equipe formadas por alunos e comunitários, sendo que os moradores das comunidades de Revolta, Santa Cruz e São Domingos formam uma equipe chamada MANICUERA. E comunitários de Maguari, Jamaraquá e Acaratinga é a outra equipe que dar-se o nome de JAMARATINGA.

E foi neste sábado dia 21 Maio, que aconteceu a tradicional Gincana Cultural do Polo Maguari. Tendo como vencedora a Equipe Jamaratinga.

A Gincana tem como objetivo resgatar a cultura local, fazer com as pessoas possam refletir do que está acontecendo no nosso  planeta e fazer com que os alunos, pais e comunitários serem mais participativo.

Foi nesta sexta-feira, dia 15 de abril, ocorreu em Belterra, no Laboratório de Informática do Colégio Santo Antônio, uma reunião com o coordenador do Proinfo – Belterra e demais educadores das escolas do Tapajós, Br e Centro, à qual o Programa está inserido.
O Proinfo, denominado de Programa Nacional de Informática na Educação, foi criado pelo Ministério da Educação, da Portaria Nº 522 em 09/04/1997. Tem como, o objetivo de promover o uso pedagógico da informática na rede pública de educação básica, seja ela nas áreas urbanas e rurais.

O Programa leva às escolas, computadores, recursos digitais e conteúdo educacionais.  As ações do programa são desenvolvidas pela Secretaria de Educação à distância-SEED, deste Ministério, por meio do Departamento de Infra-estrutura Tecnológica – DITEC, em articulação com as Secretárias de Educação do Distrito Federal, dos Estados e de alguns Municípios. O Programa  contribui para o processo de ensino e de aprendizagem, desenvolver potencialidades, habilidades e conhecimentos.

Jornal Mauari

Foram realizadas nos dias 01 e 06 de Abril, reuniões com jovens, comunitários de Maguari, representante da escola e Conselho Gestor do Telecentro, para revitalizar o JORNAL MAUARY. O mesmo fazia um tempinho que não era elaborado. O Jornal  também é um projeto que será aplicado dentro da escola, onde professores serão responsáveis e trabalharão com alunos. Primeiramente serão feitas oficinas com os mesmos. Já que o Jornal comunitário transcende o caráter da informação, tornando-se um instrumento de mobilização que estabelece a verdadeira comunicação entre os membros. O aluno por sua vez, aprimora ainda mais seus conhecimentos em textos, leitura e desenho.

Em breve o jornal levará até vocês, notícias  da comunidade!!!!!!

Professores reunidos no Telecentro Cultural

Começou nessa quinta-feira, dia 10 de Março a Semana Pedagógica em Maguari e vai até o dia 12 do mesmo mês. Onde  professores de 6 comunidades estão participando do encontro. O mesmo, serve para que educadores, planejem o ano eletivo, propondo projetos para incentivar os alunos a serem cidadãos participativos e inseridos numa sociedade mais justa e igual para todas!

E a Escola Perpétuo Socorro,que é  a pólo situada na comunidade de Maguari, trabalha em prol do compromisso com a construção da cidadania que requer necessariamente uma prática educacional voltada para a compreensão da realidade social e dos direitos e responsabilidades em relação a vida do educando. E por isso que discutiremos, para ter um ensino de qualidade!

“Desejo de Café” foi produzido pelo pessoal de Maguari, em Belterra, durante a Oficina de Cultura Digital, usando como câmeras de vídeo os celulares de tecnologia 3G da Vivo.

Como cenário os participantes da Oficina aproveitaram o famoso Bar do Café, administrado pelo Jurandir, que atuou no filme fazendo o personagem Café.

Boa parte do Grupo de Jovens de Maguari participou: José Orlando (o Sombra), Roseana, Luciane, Delvan, Mateus, Vitória e Ronei estavam no elenco. Nas câmeras, melhor dizendo nos celulares, estavam Anderson, Luciane e Roseana. Anderson e Delvan também fizeram a edição do filmete.

E ainda tivemos as participações especiais do Seu Joaquim, do Carpeggeane (da Comunidade vizinha de Jamaraquá) e da professora Elen (de Maguari).

Gravado em 28 de fevereiro e editado em 1 de março no Telecentro da Comunidade, “Desejo de Café” é resultado das Oficinas de Cultura Digital com celulares, que estão rolando em várias comunidades e são realizadas pelo Saúde & Alegria, com apoio da Vivo e Instituto Vivo.

« Older entries